Arquivo da categoria: Literatura.

Culto no templo do idioma.

  CULTO NO TEMPLO DO IDIOMA. Mote: os peregrinismos “crowfounding”, “poster”, “show”. [Coro formado por um professor, um leitor, um estudante e três populares entoa este hino:]. Oh, céus ! Oh, infernos ! Oh, miséria humana ! Oh, homens pedantes, … Continuar lendo

Publicado em Língua portuguesa, Literatura. | Deixe um comentário

Machado de Assis, os clássicos e as vulgaridades na escrita.

Escreveu Machado de Assis: “Em geral, porém, não se lê [os clássicos], o que é um mal.” Acresce Tito Lívio Ferreira: “É um mal porque não há aprendiz sem mestre.” (Tito Lívio Ferreira. Portugal no Brasil e no mundo, p. … Continuar lendo

Publicado em Língua portuguesa, Literatura., Machado de Assis. | Deixe um comentário

O valor de ler literatura anterior.

O VALOR DE LER LITERATURA ANTERIOR. Cada época porta as suas marcas, as características dos usos então vigentes, no idioma e, de conseguinte, na literatura: em cada período, há formas típicas de construção frasal, certo vocabulário trivial, certos vocábulos incomuns, … Continuar lendo

Publicado em Língua portuguesa, Literatura. | Deixe um comentário

“Chame-me pelo seu nome”. Tradução brasileira.

  “CHAME-ME PELO SEU NOME”, TRADUÇÃO BRASILEIRA. Arthur Virmond de Lacerda Neto. 18.III.2018. Intitula-se, na sua versão brasileira, Me chame pelo seu nome, o romance de André Aciman (editora Intrínseca; 287 páginas; 2018; tradução de Alessandra Esteche), ambientado na Itália, … Continuar lendo

Publicado em "Chame-me pelo seu nome."., Literatura., Me chame pelo seu nome., Vício de linguagem, Vernáculo. | 1 Comentário

Adulteração, no Brasil, de livros portugueses: Ilíada e a Odisséia, de Frederico Lourenço.

         Adulteração, no Brasil, de livros portugueses: Ilíada e a Odisséia, para jovens, de Frederico Lourenço. Arthur Virmond de Lacerda Neto. 12.X.2017. O português Frederico Lourenço traduziu a Ilíada e a Odisséia, e as adaptou para jovens em … Continuar lendo

Publicado em Frederico Lourenço., Ilíada., Língua portuguesa, Língua portuguesa., Literatura., Mesóclise., Preconceito lingüístico, Segunda pessoa do plural., Tradução. | 1 Comentário

“Bom crioulo”.

            “Bom crioulo” Arthur Virmond de Lacerda Neto 2010. Intitula-se “Bom crioulo” o romance do cearense Adolfo Caminha,  cujo tema consiste na relação amorosa e sexual havida entre o protagonista,  Amaro, Bom crioulo de alcunha, e o jovem Aleixo, “um … Continuar lendo

Publicado em Adolfo Caminha, Bom crioulo., Homossexualidade, Literatura. | 1 Comentário

Roger Peyrefitte

Roger Peyrefitte (pronuncie “peirefíte”                                                                        Arthur Virmond de Lacerda Neto.arthurlacerda@onda.com.br  2013. Roger Peyrefitte nasceu na França, em 1907, e morreu em 2000.  Estudou em colégios lazaristas e jesuítas; formou-se, em 1930, na Escola de Ciências Políticas e, em 1933, ingressou … Continuar lendo

Publicado em Homossexualidade, Literatura., Roger Peyrefitte., Sexualidade. | Deixe um comentário