Adriano sem Antínoo. Zeus cristão.

 

                                                               

         Adriano sem Antínoo. Zeus cristão.

 

Arthur Virmond de Lacerda Neto.                                Outubro de 2016.

Sextilha.

 

Adriano sem Antínoo.

Vi os teus olhos contemplarem alguém,

vi o teu rosto sorrir para alguém,

vi os teus lábios beijarem alguém.

Quisera que me quisesse a mim quem quer a alguém.

Este sou eu e outro é o alguém.

Oh, Roma, Adriano teu

sem Antínoo meu !

 

Zeus cristão.

Ganimedes Matheus,

pequeno deus

viu Zeus,

o maior deus.

Quando o viu,

logo o seduziu.

Investiu,

insistiu e

repetiu.

Deixou Zeus

fatigado,

esgotado,

quase desmaiado.

Entre delícias,

Zeus pediu-lhe que não mais carícias.

Para convencer Matheus de que mais não,

Zeus, deus pagão,

como Estrabão,

fez-se cristão,

como Marcião.

E que cristão !

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Adriano., Antínoo., Epicédio., Versos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s