Um livro de Laurentino Gomes.

 

“A Colonização Portuguesa no Brasil”, de José Verdasca e Antonio Guerreiro refuta os livros “1808” e “1822”, de Laurentino Gomes, com participação minha, dada a reprodução, na íntegra, do artigo em que lhe desmascaro o desvalor e  denuncio “1808” como reles. Até aqui os meios jornalísticos silenciam acerca deste bem-vindo e necessário livro.

 

Distribuído para jornalistas, para o pessoal da imprensa cultural, nenhum sequer acusou recebimento aos autores, ao passo que as entidades culturais manifestaram-se. Por que será? Cumplicidade ? Receio de enfrentar o acadêmico (da Academia Paranaense de Letras) Laurentino ? Temor reverencial ? Desbrio ? Interesses ? Ignorância de história pátria ?

 

Quanto a mim, não tenho temor reverencial, não tenho desbrio, não estou comprometido com interesses, não receio enfrentar seja quem for, não me acumplicio com a baixeza, não me impressiona a condição de acadêmico de seja quem for.

 

Se você quer aprender a sério, sobre d. João VI, leia “Império à deriva”, de P. Walckins, leia “D.João VI”, de Isabel A. Ferreira, leia “D. João VI no Brasil”, de Oliveira Lima. E pegue “1808” e jogue-o fora.

A minha crítica a “1808” aqui.

A contestação de Isabel A. Ferreira aqui, parte 1;

parte 2parte 3parte 4.DSCN5346

Anúncios
Esse post foi publicado em "1808", História luso-brasileira, Laurentino Gomes. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s