“Opção” sexual.

“OPÇÃO” SEXUAL.

22 de setembro de 2016.

Não há opção sexual: ninguém escolhe ser homo ou hetero. Escolhe-se ter comportamento homo ou hetero, mas o que define a condição homo ou hetero não é a prática sexual do indivíduo, mas o tipo de atração que ele sente.

Sente atração homo mas tem relações com o outro sexo, é homo pseudo-hetero.
Sente atração homo e tem relações com o mesmo sexo, é homo.
Sente atração hetero e tem relações com o sexo oposto, é hetero.
Sente atração hetero e homo, é bi.

Se é opção sexual e se você é hetero, quando é que você decidiu ser hetero?

Se é opção e você decidiu ser hetero, optou entre ser hetero e homo; logo, você é bi, ou seja, você tem um lado homo. Enquanto você não houver provado da coisa, não pode dizer que não gosta dela: se você considera opção e se diz hetero, enquanto não houver provado e desgostado, você é homo em potencial.

Não há opção sexual. Há condição sexual.

Demais, em que interessa aos outros a condição sexual de cada um ? Só interessa na sociedade fiscalizadora de gente que se ocupa em fiscalizar o que cada um faz do seu corpo e como usa da sua liberdade, e que julga os outros pelo uso que eles fazem do seu corpo e da sua liberdade. Para mim, gente assim é cretina, muito cretina.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Homossexualidade, Opção sexual., Sexualidade.. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s