Honestidade na vida pública brasileira existiu.

Ao longo dos tempos, na história brasileira, houve homens públicos probos e honestos, de que apresento mostruário.

José Bonifácio, Deodoro, Floriano, Rondon, Teixeira Mendes, Bernardo Pereira de Vasconcelos, Antonio Chalbaud Biscaia, Flávio Suplicy de Lacerda  deram exemplos dignificantes de correção.

De quebra, censuro livros de Eduardo Bueno e o péssimo “1808”, de Laurentio Gomes.

Em pdf:

HONESTIDADE NA VIDA PÚBLICA BRASILEIRA EXISTIU

Anúncios
Esse post foi publicado em "1808", Corrupção., História luso-brasileira, Honestidade na vida pública.. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s